Sagacidade alentejana

alentejano
polícia

Um camionista espanhol parou o camião na frente da loja do ti Jerónimo, e perguntou:

– Sr. Jerónimo, tenho aqui um camião de arroz, sem documento de transporte e sem cobrar IVA.
O senhor quer?
Claro que quero!
Ti Jerónimo vira-se para o filho e diz:
– Zezinho, vai para a esquina e se aparecer o fiscal vens cá avisar!
Começam a descarregar o camião e no meio da descarga aparece o Zezinho a gritar dizendo que o fiscal vem lá.
– Pára tudo e volta a carregar, grita o ti Jerónimo!
Entretanto chega o fiscal.
– Grande venda senhor Jerónimo, diz o fiscal.
– A melhor venda que já fiz este ano, senhor fiscal; responde o ti Jerónimo..
– E essa mercadoria tem documento de transporte? questiona o fiscal.
– Ainda não tem documento de transporte porque estou a espera para ver a quantidade que leva o camião, afirma o ti Jerónimo..
– Não pode, diz o fiscal.
O documento de transporte tem de ser emitido antes de carregar!
– Ah sim?
Então pára tudo, que eu não quero problemas com a Justiça!
Descarrega tudo do camião e guarda dentro do armazém!

A 3ª idade no seu melhor…

polícia

José e João, são dois amigos que se encontram todos os dias no Parque para dar de comer aos pombos e falar dos problemas do Mundo.

Um dia, o João não apareceu.

O José não pensou muito nisso pois calculou que o amigo pudesse ter-se constipado ou coisa parecida. Mas, depois de uma semana sem o João aparecer, José preocupou-se realmente.

Como, no entanto, o único tempo que passavam juntos era no Parque, José não fazia a menor idéia da morada do João e como tal, era incapaz de descobrir o que teria acontecido.

Passou-se um mês, e José pensou que nunca mais veria o seu amigo João.

Um dia, ao regressar ao seu banco habitual no Parque, reparou que já lá estava sentado, o seu amigo João.

José, ficou feliz por vê-lo, a ponto de lho dizer e passado o momento inicial do reencontro, disse-lhe:

– Francamente, João, o que é que lhe aconteceu ?

– Estive preso !

– Preso ? ! Mas a que propósito ?

– Olhe… sabe daquela loirinha muito gira que trabalha ali no café da esquina onde vou às vezes ?

– Sim, lembro-me muito bem dela ! O que é que lhe aconteceu ?

– Bem, a ela, nada, mas queixou-se de mim, à Polícia, "por violação". Fui a tribunal e é claro, que eu, com 89 anos fiquei tão orgulhoso que me declarei logo CULPADO ! Então, não é que o sacana do Juíz, me aplicou 30 dias de prisão por… "Faltar à verdade" ?

VALENTE ATÉ CERTO PONTO…

avião
cachorro
cão
polícia

Em um avião, um homem está sentado na janela quando chega outro homem e senta na poltrona do corredor e acomoda um lindo cachorro labrador preto na poltrona do meio.

O cara que está sentado do lado da janela olha para o cachorro com certo receio e pergunta:
– Por que permitiram ao senhor embarcar com esse cachorro?

O dono do cachorro explicou que era Agente da Polícia Federal – PF, lotado no esquadrão de combate às drogas e que o cachorro era o melhor farejador da equipe. Informou ainda o agente da PF que o nome do animal era Valente e caso tivesse interesse, quando o avião decolasse ele mostraria as habilidades do animal o colocando para trabalhar em pleno vôo.

Quando o avião decolou o Agente falou:
– Veja isso! – E ordenou para Valente: "Busca"!
Valente pulou da poltrona, andou pelo corredor e finalmente sentou determinado ao lado de uma mulher por alguns instantes.

Em seguida Valente voltou para o seu assento e colocou uma pata no braço do agente.
O agente falou: – Bom menino! Virou para o outro passageiro e falou:
A mulher está carregando maconha, vou anotar o assento dela e as autoridades irão prendê-la quando aterrissarmos.

Ele não é maravilhoso? Mas ainda não acabou…. Busca!
Valente saiu novamente pelo corredor e sentou ao lado de um homem durante alguns segundos.

Retornou ao seu assento e colocou duas patas no braço do Agente da PF.
O Agente falou: – Aquele homem está de posse de cocaína, vou anotar seu assento e comunicarei às autoridades para as devidas providências.

O cara da janela estava maravilhado com o cachorro e o Agente mais uma vez ordenou que Valente fizesse nova busca.
Valente saiu pelo corredor, sentou por alguns instantes e voltou correndo para sua poltrona. Deu um uivo agudo e começou a cagar todo o assento.

O cara da janela estava realmente espantado com o comportamento do animal e ficou sem entender como e por que um animal tão bem treinado estava se comportando daquela maneira.

Perguntou ao Agente: O que está acontecendo com ele?

E o Agente sem conseguir disfarçar o nervosismo respondeu:

– Ele acabou de encontrar uma bomba…

O cão que não ladra

cão
polícia

Comprador : -Disseste-me que o cão que me vendeste era cão-polícia, mas afinal não ladra nada ?

O vendedor, na maior calma, diz : -É da polícia secreta

Advogada … pira-te !!!!

polícia

Uma advogada andava em alta velocidade pela cidade com seu BMW, quando
foi parada pelo guarda de trânsito.
O Guarda:
– A senhora estava além da velocidade permitida, por favor a sua habilitação.
Advogada:
– Está vencida.
Guarda:
– O documento do carro.
– O carro não é meu.
– A senhora, por favor, abra o porta-luvas.
– Não posso, tem um revólver aí que usei para roubar este carro.
Guarda (já bastante preocupado):
– Abra o porta-malas!
– Nem pensar!
– Na mala está o corpo da dona deste carro, que eu matei no assalto!

O guarda, vendo-se diante de circunstância tão bizarra resolve chamar o Sargento.

Chegando ao local o Sargento dirige-se à advogada:
– Habilitação e documento do carro por favor!
– Está aqui senhor, como vê o carro está no meu nome e a habilitação está regular.
Sargento:
– Abra o porta-luvas!
Advogada: (tranqüilamente…):
– Como vê só tem alguns papéis.
– Abra o porta-malas!
– Certo, aqui está…. como vê, está vazio.

Sargento (constrangido):
– Deve estar acontecendo algum equívoco.
– O meu subordinado me disse que a senhora não tinha habilitação,
que não era dona do carro pois o tinha roubado, com um revólver
que estava no porta luvas, de uma mulher cujo corpo estava no porta-malas.
Advogada:
– Só falta agora esse sacana dizer que eu estava em alta velocidade!!!

Curso para loiras na polícia

polícia

** **

Um policial interrogava 3 loiras, que treinavam num curso para a Polícia .

Para testar se elas reconheceriam um suspeito, mostrou à primeira loira uma foto por 5 segundos:

– Este é o seu suspeito, como é que você o reconheceria?

A primeira loira responde: – Fácil, eu o reconheceria porque ele só tem um olho.

O policial diz: – Bem…é que…a foto o mostra de perfil.

Atrapalhado pela resposta ridícula que recebeu, mostra a foto à segunda loira por 5 segundos e pergunta:

– Este é o seu suspeito, como é que o reconheceria?

A segunda loira dá um sorrisinho maroto, sacode os cabelos pro lado e diz: – Ah! Isso é fácil!!! Ele só tem uma orelha!!!

O policial, furioso, responde: – O que se passa com vocês duas? Claro que a foto só mostra um olho e uma orelha, porque ele está de perfil! Essa é a melhor resposta que vocês me podem dar?

Já sem paciência, ele mostra a foto à terceira loira e pergunta, grosseiramente:

– Este é o seu suspeito, como é que você o reconheceria? -e, rapidamente, acrescenta – Pense bem, antes de me dar uma resposta imbecil..

A loira olha atentamente a foto, por um momento, e diz: – Hummmmm…. O suspeito usa lentes de contato.

O policial fica surpreendido e sem fala, porque nem mesmo ele sabia se o suspeito usava lentes de contato ou não.

– Bem, é uma resposta no mínimo interessante ..Aguardem um momento, que eu vou verificar o perfil do suspeito e já volto.

Deixa a sala e vai ao escritório verificar a ficha do suspeito no computador, e volta com um sorriso satisfeito no rosto:

– Fantástico, não dá para acreditar! É VERDADE! O suspeito usa, de fato, lentes de contato. Belo trabalho! Como conseguiu chegar a essa conclusão?

– Fácil! – responde a loira – Ele não pode usar óculos, porque só tem um olho e uma orelha.****

** **

** **

O parto da prostituta

polícia

O tipo está preso na esquadra, todo partido. O advogado comparece para libertá-lo, e pergunta o que havia acontecido. O cliente começa a explicar:
– Bem, eu estava a passar na rua e de repente, vi um monte de gente a correr. Estavam a ajudar uma prostituta, que acabava de dar à luz a um lindo menino em plena rua. Solidário, comprei um pacote de fraldas para presentear a prostituta. Ao aproximar-me, um polícia com 2 metros de altura e 3 de largura, viu o pacote de fraldas nas minhas mãos e perguntou: “Para onde vai isso?” E eu respondi: “Vai pra puta que pariu”. Depois disso não me lembro de mais nada, mas já consigo abrir um olho.

VIDA DE REFORMADO…

polícia


As pessoas que ainda trabalham muitas vezes perguntam-me o que é que eu faço todos os dias, agora que estou reformado …
Bem, por exemplo, outro dia eu fui centro da cidade tratar de um assunto com o meu banco, não demorei muito, foi uma questão de cinco minutos.

Quando saí, um Polícia estava preenchendo uma multa por estacionamento indevido.

Eu, rapidamente aproximei-me dele e disse-lhe: Vá lá, senhor guarda, eu não demorei mais que cinco minutos…! Deus irá recompensá-lo se tiver um pequeno gesto para com um reformado…

Ele ignorou-me completamente e continuou a preencher o formulário.
A verdade é que passei-me um pouco e disse-lhe que devia ter vergonha.
Ele olhou-me friamente e começou a preencher outra infracção alegando que também não tinha a vinheta comprovativa do seguro.
Então eu levantei a minha voz para lhe dizer que já tinha percebido que estava a lidar com um polícia idiota, e que nem compreendia como é que ele tinha sido admitido na polícia de tráfego…
Ele terminou com a segunda infracção, colocando-a no pára-brisas, e começou com um terceiro preenchimento.
Eu já o estava a chatear à mais de 20 minutos, chamando-o de tudo, desde estúpido a filho da pata
Ele, a cada insulto, respondia com uma nova infracção e consequente preenchimento da respectiva multa acompanhada de um sorriso que reflectia uma satisfação de vingança…
Depois da décima violação… eu disse-lhe: – Tenho pena mas tenho que me ir embora… vem ali o meu Autocarro !
Desde a minha aposentadoria, que estou testando as minhas capacidades para ir tendo um pouco de diversão.
Na minha idade há que fazer alguma coisa… para não me aborrecer !

________________________________

ASSALTO A BANCO EM ANGOLA

polícia


>
>
> A polícia estava a fazer uma operação stop quando, através do rádio,
> ficam a saber que um banco foi assaltado, nas imediações do Morro
> Bento.
>
> Depararam-se com uma Toyota Hiace suspeito, onde estavam 8 indivíduos
> (negros).
>
> Mandaram parar a viatura e o chefe da patrulha policial ordenou:
>
> – Todos fora do carro, já!!!
>
> Os pretos obedeceram em silêncio. Agora um por um, digam-nos como se
>
> chamam e o que fazem tantos numa carrinha.
>
> E eles, obedientes, foram respondendo um a um:
>
>
> Sartamo Obanko
>
> Matamo Okasha
>
> Kontiro Nocara
>
> Kaçamo Osnota
>
> Saimo Korendo
>
> Fugimo Nahiace
>
> Ospolice Nosparou
>
> Stamo Fudidu.

Curso para loira na polícia federal

polícia


Um policial interrogava três loiras, que treinavam num curso para a Polícia
Federal.
Para testar se elas reconheceriam um suspeito, mostrou à primeira loira uma
foto por 5 segundos:
– Este é o seu suspeito, como é que você o reconheceria?
A primeira loira responde: – Fácil, eu o reconheceria porque ele só tem um
olho.
O policial diz: – Bem… É que… A foto o mostra de perfil.
Atrapalhado pela resposta ridícula que recebeu, mostra a foto à segunda
loira por 5 segundos e pergunta:
– Este é o seu suspeito, como é que o reconheceria?
A segunda loira dá um sorrisinho maroto, sacode os cabelos pro lado e diz:
– Ah! Isso é fácil! Ele só tem uma orelha!
O policial, furioso, responde:
– O que se passa com vocês duas? Claro que a foto só mostra um olho e uma
orelha, porque ele está de perfil! Essa é a melhor resposta que vocês me
podem dar?
Já sem paciência, ele mostra a foto à terceira loira e pergunta,
grosseiramente:
– Este é o seu suspeito, como é que você o reconheceria? -e, rapidamente,
acrescenta – Pense bem, antes de me dar uma resposta imbecil.
A loira olha atentamente a foto, por um momento, e diz:
– Hum… O suspeito usa lentes de contato.
O policial fica surpreendido e sem fala, porque nem mesmo ele sabia se o
suspeito usava lentes de contato ou não.
– Bem, é uma resposta no mínimo interessante. Aguardem um momento, que eu
vou verificar o perfil do suspeito e já volto.
Deixa a sala e vai ao escritório verificar a ficha do suspeito no
computador, e volta com um sorriso satisfeito no rosto:
– Fantástico, não dá para acreditar! É VERDADE! O suspeito usa, de fato,
lentes de contato. Belo trabalho! Como conseguiu chegar a essa conclusão?
– Fácil! – responde à loira – Ele não pode usar óculos, porque só tem um
olho e uma orelha!

Diferença entre Oo e oO

polícia

Dois amigos estavam snifando cocaína e foram presos pela polícia….
No dia do julgamento o juiz estava de bom-humor e disse-lhes:

– Vocês até parecem ser boas pessoas, por isso decidi dar-vos uma segunda hipótese!
– Em vez de irem para a cadeia, terão que mostrar às pessoas os terríveis males das drogas e convencê-las a largá-las!
– Compareçam no tribunal daqui a uma semana, pois quero saber quantas pessoas convenceram.

Na semana seguinte os dois voltaram ao tribunal e o juiz perguntou para o primeiro homem:

– Como foi a sua semana rapaz?

– Bem, meritíssimo, eu convenci 17 pessoas a pararem de consumir drogas para sempre!

– 17 pessoas? Disse o juiz, satisfeito.
– Que maravilha!
– O que lhes disse ?

– Eu usei um diagrama, meritíssimo.
– Desenhei 2 círculos como estes:
Oo
– Depois apontei pró círculo maior e disse:
– Este é o seu cérebro em tamanho normal…
– E apontando para o menor…
– Este é o seu cérebro depois das drogas!

– Muito bem!
Aplaudiu o juiz, virando-se para o outro sujeito.

– E você?
– Como foi a sua semana?

– Bem Meritíssimo, eu convenci 234 pessoas…

– 234 pessoas!?
Exclamou o juiz, saltando da cadeira!!
– Incrível!!!
– Como conseguiu isso?!

– Utilizei um método semelhante ao do meu colega.
– Desenhei 2 círculos como estes:
o O
– Mas eu apontei para o círculo menor e disse-lhes:
– Este é o vosso cu antes de irem para a prisão…

________________________________

É da Policia?

polícia


1

O poder do crachat

polícia

Um policia da Judiciária vai a uma propriedade e diz ao dono, um velho
lavrador:

– Preciso de inspeccionar a sua quinta por suspeita de plantação ilegal de
droga!

O lavrador diz:

– Ok, mas não vá prá encosta ali à direita. E aponta para uma certa área.

O policia, autoritário, diz indignado:

– O senhor sabe que tenho o poder do governo comigo? E tira do bolso um
crachat mostrando-o ao lavrador. Este crachat dá-me autoridade de ir onde
quero … e entrar em qualquer propriedade. Não preciso pedir ou responder
a nenhuma pergunta! Está

claro? Fiz-me entender?!”

O lavrador, educado pede desculpas e volta para o que o estava a fazer.

Poucos minutos depois, o lavrador ouve uma gritaria e vê o policia da
“judite” a correr para salvar a pele, perseguido pelo malhado, o maior
touro da propriedade!

A cada passo o touro vai chegando mais perto do policia, parece que vai
levar umas cornadas antes de conseguir alcançar um lugar seguro.

O policia está apavorado …

O lavrador larga as ferramentas, corre para a cerca e grita com todas as
forças:

– O seu crachat, mostre-lhe o seu crachat!!

Como dispersar manifestações contra a crise?

polícia

________________________________

A figueira do cemitério

bêbado
polícia

Numa cidadezinha do interior havia uma figueira carregada dentro do cemitério.
Dois amigos decidiram entrar lá à noite (quando não havia vigilância) e tirar todos os figos.
Eles saltaram o muro, subiram a árvore com as sacolas penduradas no ombro e começaram a distribuir o prémio:
– Um p’ra mim, um p’ra ti. – Um p’ra mim, um p’ra ti.
– Porra, deixaste esses dois caírem para o lado de fora do muro!
– Não faz mal, depois que terminarmos aqui vamos buscar os outros.
– Então está bem, mais um p’ra mim, um p’ra ti.
Um bêbado, que passava do lado de fora do cemitério, ouvindo aquela conversa do Um p’ra mim e Um p’ra ti, saiu a correr para a polícia.
Ao chegar lá, virou-se para o polícia e disse:
– Sr. guarda, venha comigo! Deus e o diabo estão no cemitério a dividir as almas dos mortos!!!
– Ah, deixe-se de parvoíces seu bêbado, vá dormir!
– Juro que é verdade!!! Venha comigo! Os dois foram até ao cemitério, e ao chegarem perto do muro começaram a ouvir…
– Um para mim, um para ti. O guarda assustado murmurou:
– É verdade! É o dia do Apocalipse! Eles estão mesmo a dividir as almas dos mortos ! O que será que vem depois?
– Um para mim, um para ti. Pronto, acabamos aqui. E agora?
– Agora vamos lá fora pegar os dois que estão do outro lado do muro…
Grita o guarda:
– CoooooRRRReeeee… Poooooorrrrrra !!!

________________________________