Joãozinho ataca de novo

escola
joãozinho
professora

Na escola a professora :

– Crianças, amanhã quero que me tragam exemplos de construções que
estão a ser feitas próximo das vossas casas e quais as vantagens
destas novas construções para nós.

– Sim professora.

No final da aula, a professora pede a todas as meninas que fiquem na
sala porque quer dizer algo:

– Olhem, meninas, como o Joãozinho é muito malcriado é provável que
amanhã ele diga alguma das suas asneiras. Por isso, vou pedir que,
para evitarmos problemas, quando ele disser algo que nos pareça
grosseiro, todas vocês se levantem imediatamente e saiam da aula.

Todas concordaram com o plano.

No dia seguinte, pergunta a professora:

– Fizeram a redação que eu pedi? Primeiro você, Anita …

– Perto da minha casa estão a construir um supermercado. Assim, a
minha mãe não precisa de andar tanto para ir às compras.

– Muito bem Anita !!! Sim, Raulzito, fala você.

– Perto da minha casa estão a construir uma fábrica de móveis. Assim,
como o meu pai é marceneiro ele vai poder trabalhar mais perto de
casa.

– Excelente, obrigado Raulzito.

Nisto o Joãozinho levanta a mão. Diz a professora:

– Ai meu Deus!!!

Fala, Joãozinho. O que é que estão a construir perto da tua casa?

– Perto da minha casa estão a construir um bordel.

Imediatamente todas as colegas do Joãozinho se levantam para sair da
sala e ele diz:

– Calma, suas pu. …. Ainda não abriu !!!

Não há aposentado que aguente!!!

O velhinho caminhava tranquilamente …

quando passa em frente a uma casa de putas…

uma prostituta grita: “Oi, Vovô!, Por que não experimenta?”

O velhinho responde: “Não, filha, já não posso!”

A prostituta: “Ânimo !!!!Venha, vamos tentar !!! ”

O velhinho entra e funciona… Dá primeira, dá segunda…

“Puxa”, diz a prostituta, “e ainda dizia que já não pode mais?”

O velhinho responde:

-” Ah, foder eu posso, o que não posso é pagar!”

O Alentejano no bordel

alentejano

O alentejano há muito tempo que não dava uma queca …..

Chegou à zona das “meninas” e disse para uma:

– Quanto cobras?

– 100,00 €.

– Muito caro! Muito caro!!!

– Então 50,00 €.

– Não, não…..eu só tenho 12,00 €.

– É muito pouco…por isso eu não vou…..

– Então eu dou-te 12,00 € e o telemóvel.

A tipa pensou, pensou e disse:

– Está bem.

Foram para o quarto, deram uma senhora trancada… o alentejano levantou-se, vestiu as calças e deu 12,00 € à rapariga, que disse:

– E o telemóvel?

– Anota aí…. 962149524!