Anedota do Joãozinho sem asneiras

joãozinho

Comia o Joãozinho um gelado, quando a Luisinha perguntou:

– Posso chupar um bocadinho?
– Sim; enquanto eu como o gelado…

Keep Your Eyes on the Road

Anúncio brilhante. Vale mesmo a pena ver o impacto que o telemóvel tem.

https://www.youtube.com/embed/JHixeIr_6BM?rel=0&autoplay=1&iv_load_policy=3

Duas amigas encontram-se

Então Maria como vais? tudo bem? , há quanto tempo! E como está o teu marido?

– Não soubeste? Morreu há quinze dias!

– Os meus pêsames ! e como foi que ele morreu?

– Pedi-lhe para ir buscar ao minimercado um pacote de açúcar, veio um autocarro e atropelou-o!

– Aí foi! e então que é que tu fizeste?

– Tomei café sem açúcar!

A mulher do bombeiro

O bombeiro chega a casa e diz à mulher:
No quartel temos um sistema excelente, com o tocar da primeira sirene juntamo-nos em equipas, com a segunda sirene descemos pela coluna e com a terceira subimos ao autotanque e saímos.

A partir de hoje quando eu disser
"Primeira sirene" tiras as roupas,
"Segunda sirene" vais para a cama e
"Terceira sirene" fazemos amor toda a noite.

No dia seguinte o bombeiro chega a casa e grita
"Primeira sirene", a mulher tira a roupa, de seguida grita
"Segunda sirene" a mulher deita-se na cama
e por fim grita
"Terceira sirene" e começam a fazer amor.

Ao cabo de uns minutos a mulher grita "quarta sirene"

e o bombeiro exclama:
Que raio é essa de "quarta sirene"??
E a mulher diz:
Desenrola mais mangueira…porque estás longe do fogo!!!

A EMPREGADA AFRICANA

médico
A empregada africana, chorando convulsivamente, chega à sala de estar com a mala de viagem na mão e despede-se da patroa que, muito intrigada lhe perguntou:

– Carmélia, que se passa…? Para onde vai?

– Prá junto di minha família, Dona Fror, prá mórrér junto di meus!…

– Mas… o que aconteceu, querida?

– Óh Dona Fro, a sinhora fala sémpre qui seu marido é issilente médico e nunca errou uns dignóstico ná vida…

– Pois é… É verdade… Normalmente, ele nunca se engana no diagnóstico… Mas, o que tem isso a ver com a sua saída de casa?

– Então Dona Fror, é qui o Dr. hoje pela manhã, antes di ir embora, apértou a minha bunda com as duas mão e dissi-mi no ouvido:

– DESTA NOITI NUM PASSAS !!!

PADRE NO MOTEL

padre

Padre (muito cavalheiro) ofereceu à freira uma

carona até o convento, já que estava tarde e a
chuva não demoraria a chegar…
No caminho o carro quebrou. Depois de
caminharem uma hora embaixo de chuva,
avistaram um motel, e o padre sugeriu.

– Irmã, creio que será melhor dormimos aqui
neste motel, e amanhã chamaremos o carro
do convento para nos buscar.

A irmã toda molhada e cansada concordou feliz
da vida!!!!
Na recepção, foram informados que tinham

somente um quarto com uma cama de casal
disponível.

O padre olhou para a freira e disse:
– Sem problemas, a Irmã pode dormir na cama,

que eu durmo no chão.

E assim fizeram.
No entanto, no meio da madrugada, a irmã

acordou o padre dizendo:

– Padre! O senhor esta acordado?
– ( O padre bêbado de sono ) Hein?! Ah, irmã,

o que foi?

– Ah… é que eu estou com frio. O senhor pode
pegar o cobertor para mim?
– Sim, irmã, pois não!


O padre então se levantou, pegou o cobertor

no armário e cobriu a irmã com muita ternura.

Uma hora depois a irmã acorda o padre de novo
dizendo:

– Padre! O senhor ainda está acordado?

– ( O padre babando na gola ) Ah? Ah, irmã,
o que foi agora?
– É que eu ainda estou com frio. O senhor pode

pegar outro cobertor para mim?
Sim irmã.

Mais tarde a freira chama o padre novamente:
– Padre. O senhor ainda esta acordado?
– ( O padre engasgando com o próprio ronco )

Ah? Sim irmã, o que foi agora?

– É que eu não estou conseguindo dormir.
Ainda estou com muito frio.

Finalmente, entendendo as intenções da irmã,

o padre então falou:

– Irmã, só nós dois estamos aqui, certo?
– Certo!
– O que acontecer, ou deixar de acontecer aqui,

só nós saberemos e mais ninguém, certo?
– Certo!
– Então tenho uma sugestão: Que tal se a gente

fizer que nem marido e mulher?

A freira então pula de alegria na cama e diz:


– Sim! Sim! Vamos fazer que nem marido e

mulher!

Daí o padre muda o tom de voz e grita:


– ENTÃO, PORRA! LEVANTA VOCÊ E PEGA A

MERDA DO COBERTOR!

o Corno

corno
O corno estava triste em um bar, olhando fixamente para o seu copo de bebida, quando surge um valentão e chuta a cadeira à sua frente, pega o copo do corno, bebe tudo de uma golada só e diz bem alto pro corno:

– E aí, cara, vai reagir ?

– Reagir ? Eu vou é embora … Não devia nem ter saído de casa ! Imagine, seu moço, que hoje cedo eu briguei com minha mulher, saí de casa com raiva, bati o meu carro, cheguei atrasado no serviço e fui demitido ! Voltei pra casa mais cedo e peguei minha mulher com o vizinho. Aí, eu sento num bar, coloco veneno na minha bebida, e ainda vem um babaca que nem você e toma tudo ! É fogo ! Nem pra me matar eu presto !

O filho anarquista!!!

-Filho, eu descobri estas coisas no teu armário …
-Qual é o problema de ter uma máscara do Anonymous e um taco de beisebol ?
-Usas isso ?
-Não … quer dizer, às vezes ….
-É que preciso delas … emprestas-mas ?
-Precisa ? P’ra quê ?
-É que eu li as coisas que escreveste na internet…

-Leu o meu face ?
-Qual é o problema ? Não é público ?
-É … mas …
-Pois é, li o que escreveste e ….
-Pai eu sei que não gostou do que eu escrevi, mas… eu não vou discutir, são as minhas ideias. Eu sou anarquista e…
-Não … eu achei excelente … convenceste-me.
-Convenci ? … de quê ?
-Está tudo errado mesmo … eu li o que escreveste e concordo, agora eu sou anarquista também, como tu …
-Pai … o quê ? Pai… que história é essa ?
-É, viraste-me a cabeça, temos que quebrar tudo ! Agora eu sou Old Black Bloc !
-O pai não pode… é director de uma empresa enorme e …
-Já não sou! Deixei o meu emprego, mandei o meu chefe levar no … mandei toda a gente levar no ….
-Pai, não pode largar o seu emprego, está há 30 anos lá …
-Posso sim !… aliás vou recrutar gente p’ra ir lá e partir tudo.
-Partir tudo onde ?
-No meu trabalho ! Vamos partir tudo ! Abaixo a opressão ! Abaixo tudo !
-Não pode fazer isso, pai …
-Posso sim ! Emprestas-me a máscara e o taco de beisebol. Vens comigo ?
-Não … acho melhor não ….
-É melhor vires porque agora que eu larguei tudo, vamos ter que sair deste apartamento …
-Sair daqui ? E vamos morar onde ?

-Sei lá ! Vamos acampar em frente a uma empresa capitalista qualquer e exigir o fim do capitalismo !
-Pai, não pode fazer isso, não pode abandonar tudo !
-Já fiz ! Agora, mãos à obra!
-Espere, Pai ! … Pai ! E a minha mesada ? E o meu computador ? E a gasolina do meu carro ? Onde vou morar ?

Volta aqui ! … Volta, Pai ! … Voooooltaaaaaaaaa !"

O Alentejo que eu amo

alentejano

Em noite de feroz inspiração, o poeta foi passear pelo campo e, topando com um alentejano que contemplava o luar, disse-lhe:
– És um amante do belo! Acaso já viste também os róseos-dourados dedos da aurora tecendo uma fímbria de luz pelo nascente, ou as sulfurosas ilhotas de sanguíneo vermelho pairando sobre um lago de fogo a esbrasear-se no poente, ou as nuvens como farrapos de brancura obumbrando a lua, que flutua esquiva, sobre um céu soturno?
– Ultimamente, não… – respondeu o alentejano pasmado. – Faz um ano que não me meto nos copos.

num hiper dos EUA

alentejano

Um rapaz alentejano vai trabalhar para um daqueles grandes Hipers na América e ao fim do primeiro dia o chefe pergunta-lhe:
– Quantas vendas já fizeste?
– Uma.
– Uma venda? Isso é muito mau! Os meus vendedores normalmente fazem entre 25 a 30 vendas por dia!

Ora diz lá de quanto foi a venda…

– 757.326,45 DOLLARS

– O quê? Mas afinal o que é que vendeste?
– Ora, primeiro vendi ao freguês um anzol pequeno, depois um anzolmédio, e a seguir um anzol grande!
Com tanto anzol vendi-lhe uma cana de pesca! Perguntei onde é que ele ia pescar e ele disse para a costa.
Claro que lhe expliquei que para a costa era melhor ter um barco!
Então levei-o à secção de barcos de recreio e vendi aquele "Silver Esprit"com os dois "outboard" que o gajo até se passou!
Conversa puxa conversa e ele disse que o carro dele era um Fiat Uno… e eudisse-lhe que para puxar o barco ele precisava dum 4×4!
Então fomos direitinhos ao stand e vendi–lhe aquele Range Rover que lá estava.
– Muito bem! Deves ser mesmo bom para venderes isso tudo a um gajo que só queria um anzol pequeno!

– Qual anzol qual quê!

– Ele só cá vinha comprar uma caixa de TAMPAX para a mulher… e eu disse-lhe

"Já que tem o fim-de-semana lixado, mais vale ir à pesca…"

Toalhinha do ginecologista

médico

Numa estação de rádio canadiana, dão um prémio de 1000 a 5000 dólares à
pessoa que contar um facto verídico e que tenha ocasionado um verdadeiro
embaraço, daqueles que nos fazem enfiar-nos pelo "chão abaixo."

Esta história recebeu o prémio máximo, ou seja, os 5.000 dólares!

"Tinha consulta no ginecologista marcada para essa semana, mas tinham ficado
de me avisar o dia e a hora.

De manhã bem cedo, recebo um telefonema da funcionária do consultório
informando que a minha consulta tinha passado para esse mesmo dia pela
manhã, às 09h30. Tinha acabado de tratar do pequeno almoço do meu marido e
crianças e ia no momento começar a despachar-me; eram precisamente 08:45.
Fiquei em pânico, não tinha um minuto a perder.

Tenho a certeza que sou igual a todas as mulheres e que temos todas muito
cuidado e uma particular atenção com a nossa higiene pessoal, principalmente
quando vamos ao ginecologista mas, desta vez, eu nem sequer tive tempo de
tomar um duche. Subi as escadas correndo, tirei o pijama, agarrei uma
toalhinha que estava em cima da borda da banheira, desdobrei-a e molhei-a
passando-a depois, com todo o cuidado, pelas "partes íntimas" para ter a
certeza que ficara o mais limpo possível.

Joguei a toalhinha no saco da roupa suja, vesti-me e "voei" para o
consultório.

Estava na sala de espera há alguns minutos quando me chamaram para fazer o
exame.

Como já sei o procedimento, deitei-me sem ajuda e tentei como sempre faço,
imaginar-me muito longe dali, num lugar assim como o Caribe, ou em qualquer
outro lugar lindo e pelo menos a 10.000 km daquela situação.

Fiquei muito surpreendida quando o meu médico me disse:

– "Oh lá, lá!!! Hoje de manhã fez um esforço suplementar para ficar bonita,
e ficou muito bonita!"

Não recebi muito bem o cumprimento, e não respondi. Fui para casa tranquila
e o resto do dia decorreu normalmente: Limpei a casa, cozinhei, tive tempo
de ler uma revista, etc.

Depois da escola, já acabados os seus deveres, a minha filha, de 6 anos,
estava preparada para ir brincar, quando gritou do banheiro:

– "Mãe! Onde é que está a minha toalhinha?"

Gritei que tirasse uma do armário.

Quando me respondeu, juro que o que me passou pela cabeça, foi desaparecer
da face da terra. O comentário do médico martelava na minha cabeça sem
descanso e a minha filhinha disse-me só isto:

– "Não mãe, eu não quero uma toalhinha do armário; quero mesmo aquela que
estava dobrada na borda da banheira. Foi nela que eu deixei todas as minhas
purpurinas e as estrelinhas prateadas e douradas!"

A vizinha

cão

Uma mulher maravilhosa bate à porta do vizinho e diz :

– "Olhe, cheguei agora, estou com uma vontade louca de me divertir, de me embebedar, de fazer sexo a noite toda…você está ocupado esta noite?"

– "NÃO!!!"

-"Nesse caso … pode ficar com o meu cão?"

A Maria e o Tó

médico

A Maria e o Tó, estavam internados num hospital psiquiátrico.

Um dia, durante o seu passeio habitual, o Tó saltou para dentro da piscina e afundou-se de imediato.
Maria saltou rapidamente para a piscina e conseguiu salvá-lo.
Quando o director teve conhecimento do acto heróico da Maria, deu imediatamente ordem para que esta fosse dada como curada.
Mandou chamá-la e comunicou-lhe:
– Tenho boas e más noticias a comunicar-te: As boas são que vamos dar-te alta, visto teres demonstrado possuir capacidade racional para ultrapassares uma situação de crise, e salvares a vida de um doente. O teu acto mostra que estás recuperada!
– As más notícias são de que o Tó, depois de o teres salvado, enforcou-se na casa de banho com o cinto do roupão, lamentamos imenso, mas está morto!
E a Maria respondeu:
– Ele não se suicidou, eu é que o pendurei a secar!

GAROTOS DE PROGRAMA DA 3ª IDADE”.

AGORA COM A DIMINUIÇÃO DAS REFORMAS E A IDADE CADA VEZ MAIS TARDIA DESTAS, EXISTE UMA NOVA PROFISSÃO… VEJAM O ANÚNCIO NO CORREIO DA MANHÃ…

" GAROTOS DE PROGRAMA DA 3ª IDADE".

Sou um simpático senhor, e como tenho algumas horas livres, com insônia pela madrugada e preciso ganhar uns extras, resolvi ser, também, um ‘velhinho de programa’.
Sou idoso mas charmoso, com lindos olhos meio verdes (das cataratas),
– loiro (só dos lados),
– Atlético (sou torcedor),
– e sarado (das doenças que já tive),
– um metro e noventa (sendo mais ou menos um de altura e noventa de
largura).
– Atendo em motéis, residências, elevadores panorâmicos, etc.
– Só não atendo em ‘drive-in’ por causa das DORES NA COLUNA , E
HÉRNIA DE CD . PORQUE A DE DISCO JÁ QUEBROU ……….

…. Na cama, dou sempre 03 …
03 opções sexuais para a parceira: mole, dobrado ou enroladinho…

– Como fetiche, posso usar touca de lã, pantufas e cachecóis coloridos.
– tenho uma GRAAANNNDE …………vantagem:
Já tenho ‘Parkinson’ o que ajuda muito nas preliminares .. ou seja ,
quando você já estiver gozando não adianta mandar parar , que eu
não consigo , é uma tremedeira do cacete……

– Alem disso prometo TOTAL DISCRIÇÃO…
pois o ‘Alzheimer’ faz esquecer tudo o que fiz na noite anterior.

Acartando o piano

alentejano

Seis alentejanos carregam um piano pelas escadas de um prédio. Já desorientados pelo esforço, perderam a conta e quando chegaram ao 7º andar, um deles resolve ir ver quantos ainda faltam. Volta e diz: – Tenho duas notícias, uma boa e uma má.
Um deles responde:
– Conta só a boa, a má contas quando chegarmos.
– Está bem, faltam 3 andares.
Óptimo, já tinham subido 7, resolveram continuar a subir e quando chegaram ao 10º andar, um deles pergunta: – Agora diz lá qual é a má notícia?
– O prédio não é este.