Num seminário de senhoras

Um grupo de mulheres reuniu-se num seminário sobre como melhorar a sua vida conjugal.

Em fase introdutória, foi-lhes questionado: “Quais de vós ainda amam os seus maridos?”

– Todas levantaram a mão!

De seguida foram inquiridas sobre qual a última vez que teriam dito aos seus maridos que o amavam

– Algumas responderam “Hoje”, outras “Ontem” a maioria não se recordava!

Por fim fizeram um teste e pediram-lhes que todas agarrassem no respetivo telemóvel e enviassem

um sms aos seus maridos dizendo “Amo-te muito querido.”

Depois foi-lhes pedido que mostrassem as respostas dos respetivos maridos.

Estas foram algumas das respostas:

– Mãe dos meus filhos! Tu estás bem??

– Que foi? Bateste com o carro outra vez?

– Que fizeste agora? Desta vez não te perdoo!

– Que queres dizer?

– Não andes com rodeios, diz-me só de quanto precisas.

– Estarei a sonhar?

– Se não me dizes para quem era este sms, juro que te mato!

E a melhor de todas:

– Quem és?

o Passos Coelho e os correios

Passos Coelho queria um selo com a sua foto para deixar para a posteridade o seu mandato no Governo deste país que está de tanga. Os selos são criados, impressos e vendidos. O nosso PM fica radiante! Mas em poucos dias ele fica furioso ao ouvir reclamações de que o selo não adere aos envelopes.

O Primeiro-ministro convoca os responsáveis e ordena que investiguem o assunto. Eles pesquisam as agências dos Correios de todo o país e relatam o problema.

O relatório diz:
"Não há nada de errado com a qualidade dos selos. O problema é que o povo está a cuspir no lado errado."

No confessionário

padre
Uma moça muito jeitosa entra na igreja e confessa os pecados:
– Sr. Padre, eu ando a ter sexo com o padre da aldeia vizinha!

Diz o padre muito zangado:
– Vais rezar 20 Avé-Marias e 20 Pai-Nossos…

E nunca mais te esqueças: A TUA PARÓQUIA É ESTA!

talento vs. tempo

Evolução das promessas de Ano Novo

o Joãozinho e o pinhal de Leiria!

escola
joãozinho
professora
NUMA AULA DE HISTÓRIA DE PORTUGAL, pergunta a professora:

– Joãozinho, sabe a quem é que se deve o pinhal de Leiria?

– Porra, ó s’tora !!!… Então essa m#$@ também não está paga !!!???

Nova espécie “made in Alqueva”

alentejano

Começaram a engordar achigã com bolota, e agora deu nisto!!!

quando a vista é fraca

corno
médico
Um tipo, ao topar o vizinho do prédio em frente na varanda, puxou conversa com ele:
_ Ó vizinho! Quando é o seu aniversário?
_ Em Maio.!.!. Porquê?
_ Vou oferecer-lhe uns cortinados de presente, pra você colocar no quarto.

Não aguento mais ver você e sua esposa a darem quecas brutais em plena luz do dia aos gritos de prazer !
Nessa altura e sorrindo, o outro perguntou:
_ E o seu, quando é?
_ Em Setembro.!.!. Porquê?
_ Vou dar-lhe uns binóculos, pra você ver bem de quem é a esposa ! …

A morte do padre

médico
padre

O velho padre, durante anos, tinha trabalhado fielmente com o povo africano, mas voltou a Lisboa, doente e moribundo. No Hospital de Santa Maria, é a notícia da hora.

Já nos últimos suspiros, ele faz um sinal à enfermeira, que se aproxima.

– Sim, Padre? diz a enfermeira.

– Eu queria ver dois proeminentes políticos antes de morrer: Cavaco Silva e Passos Coelho, sussurrou o padre.

– Sim, Padre, verei o que posso fazer, respondeu a enfermeira.

Ela entra em contacto com a Assembleia da República e logo recebe a notícia: ambos também gostariam muito de visitar o padre moribundo.

A caminho do hospital, Cavaco diz a Passos Coelho:

– Eu não sei porque é que o velho padre nos quer ver, mas certamente que isso vai ajudar a melhorar a nossa imagem perante a Igreja e o povo, o que é sempre bom. Passos Coelho concordou, naturalmente.

Era uma grande oportunidade para eles, em queda no nível de popularidade, pelo que até foi enviado um comunicado oficial à imprensa sobre a visita.

Quando chegaram ao quarto, com toda a imprensa presente, o velho padre pegou na mão de Cavaco Silva, com sua mão direita e na mão de Passos Coelho, com sua esquerda.

Houve um grande silêncio e notou-se um ar de pureza e serenidade no semblante do padre.

Passos Coelho, morto de curiosidade, pergunta:

Padre, porque é que fomos nós os escolhidos, entre tantas pessoas, para estar ao seu lado, no seu fim?

O Padre, lentamente, disse:

– Sempre, em toda a minha vida, procurei ter como modelo o Nosso Senhor Jesus Cristo.

– Amém, diz Aníbal.

– Amém, diz Passos.

E o Padre concluiu:

– Então… como Ele morreu entre dois ladrões, eu quero fazer o mesmo!!!

JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO

Um grupo de amigos de 50 anos discutia para escolher o restaurante onde iriam jantar. Finalmente decidiram-se pelo Restaurante Tropical porque as empregadas eram jeitosas e usavam mini-saia e blusas muito decotadas.

10 anos mais tarde, aos 60 anos, o grupo reuniu-se novamente e mais uma vez discutiram para escolher o restaurante. Decidiram-se pelo Restaurante Tropical porque a comida era muito boa e havia uma excelente carta de vinhos.

10 anos mais tarde, aos 70 anos, o grupo reuniu-se novamente e mais uma vez discutiram para escolher o restaurante. Decidiram-se pelo Restaurante Tropical porque tinha uma rampa para cadeiras de rodas e até um pequeno elevador….

10 anos mais tarde, aos 80 anos, o grupo reuniu-se novamente e mais uma vez discutiram para escolher o restaurante. Finalmente decidiram-se pelo Restaurante Tropical. Todos acharam que era uma grande ideia porque nunca tinham ido lá antes…

A 3ª idade no seu melhor…

polícia

José e João, são dois amigos que se encontram todos os dias no Parque para dar de comer aos pombos e falar dos problemas do Mundo.

Um dia, o João não apareceu.

O José não pensou muito nisso pois calculou que o amigo pudesse ter-se constipado ou coisa parecida. Mas, depois de uma semana sem o João aparecer, José preocupou-se realmente.

Como, no entanto, o único tempo que passavam juntos era no Parque, José não fazia a menor idéia da morada do João e como tal, era incapaz de descobrir o que teria acontecido.

Passou-se um mês, e José pensou que nunca mais veria o seu amigo João.

Um dia, ao regressar ao seu banco habitual no Parque, reparou que já lá estava sentado, o seu amigo João.

José, ficou feliz por vê-lo, a ponto de lho dizer e passado o momento inicial do reencontro, disse-lhe:

– Francamente, João, o que é que lhe aconteceu ?

– Estive preso !

– Preso ? ! Mas a que propósito ?

– Olhe… sabe daquela loirinha muito gira que trabalha ali no café da esquina onde vou às vezes ?

– Sim, lembro-me muito bem dela ! O que é que lhe aconteceu ?

– Bem, a ela, nada, mas queixou-se de mim, à Polícia, "por violação". Fui a tribunal e é claro, que eu, com 89 anos fiquei tão orgulhoso que me declarei logo CULPADO ! Então, não é que o sacana do Juíz, me aplicou 30 dias de prisão por… "Faltar à verdade" ?

VALENTE ATÉ CERTO PONTO…

avião
cachorro
cão
polícia

Em um avião, um homem está sentado na janela quando chega outro homem e senta na poltrona do corredor e acomoda um lindo cachorro labrador preto na poltrona do meio.

O cara que está sentado do lado da janela olha para o cachorro com certo receio e pergunta:
– Por que permitiram ao senhor embarcar com esse cachorro?

O dono do cachorro explicou que era Agente da Polícia Federal – PF, lotado no esquadrão de combate às drogas e que o cachorro era o melhor farejador da equipe. Informou ainda o agente da PF que o nome do animal era Valente e caso tivesse interesse, quando o avião decolasse ele mostraria as habilidades do animal o colocando para trabalhar em pleno vôo.

Quando o avião decolou o Agente falou:
– Veja isso! – E ordenou para Valente: "Busca"!
Valente pulou da poltrona, andou pelo corredor e finalmente sentou determinado ao lado de uma mulher por alguns instantes.

Em seguida Valente voltou para o seu assento e colocou uma pata no braço do agente.
O agente falou: – Bom menino! Virou para o outro passageiro e falou:
A mulher está carregando maconha, vou anotar o assento dela e as autoridades irão prendê-la quando aterrissarmos.

Ele não é maravilhoso? Mas ainda não acabou…. Busca!
Valente saiu novamente pelo corredor e sentou ao lado de um homem durante alguns segundos.

Retornou ao seu assento e colocou duas patas no braço do Agente da PF.
O Agente falou: – Aquele homem está de posse de cocaína, vou anotar seu assento e comunicarei às autoridades para as devidas providências.

O cara da janela estava maravilhado com o cachorro e o Agente mais uma vez ordenou que Valente fizesse nova busca.
Valente saiu pelo corredor, sentou por alguns instantes e voltou correndo para sua poltrona. Deu um uivo agudo e começou a cagar todo o assento.

O cara da janela estava realmente espantado com o comportamento do animal e ficou sem entender como e por que um animal tão bem treinado estava se comportando daquela maneira.

Perguntou ao Agente: O que está acontecendo com ele?

E o Agente sem conseguir disfarçar o nervosismo respondeu:

– Ele acabou de encontrar uma bomba…