A Cartier abusou

Vejam que coisa maravilhosa este comercial da Cartier.
Muito interessante e merecida a homenagem feita a Santos Dumont. Pelo que consta ele foi
amigo íntimo de Cartier, não sei se do fundador ou do filho, mas foi o inventor do relógio de pulso. Foi a forma mais prática que achou para poder controlar o tempo dos seus voos, pois, suas duas mãos sempre ficavam ocupadas. A solução foi inventar o relógio de pulso que até então era de corrente.
Por ser amigo de Cartier cedeu o invento e ele lançou o 1.º relógio de pulso. Existe inclusive um modelo chamado Santos Dumont.
Os melhores comerciais são aqueles em que não é preciso haver texto de áudio para explicar o produto ou o conceito que se quer passar para o consumidor.
Neste caso, a Cartier abusou. Criou um filme de riquíssima produção, com cenas requintadas, com banda sonora de muito bom gosto, com o roteiro iniciando-se em outro século e chegando até os nossos dias, com
uma única palavra sendo dita: "Cartier." Além de nos levar a uma viagem belíssima que se inicia no Panteão de Roma, passa por Paris, Rússia, Alpes, China, India …. e novamente Paris.
Vejam, e percebam a riqueza e o esmero da criação deste comercial. Vale muito a pena assistir!!!

http://www.odyssee.cartier.us/#/film

Leave a Reply

 

 

 

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>