O QUE É UM DILEMA?…no masculino!!

Um amigo conversa com outro:
Diz-me lá, o que é, verdadeiramente, um dilema?
Ao que o outro lhe responde:
Bem, não há nada como um exemplo para melhor perceberes.
Imagina que estás deitado numa cama grande com uma gaja muito boa, toda nua, de um lado e, do outro, um maricon também todo nu.
A quem é que voltavas as costas?

Mulher no médico

médico
mulher
UMA BELA MULHER VAI AO MÉDICO PARA EXAMES DE ROTINA:

– Seu pulmão, seu coração e a sua pressão estão ótimos diz o médico

Agora deixe-me ver essa coisinha que costuma meter as mulheres em grandes encrencas.

A mulher prontamente tira o vestido e quando começa a tirar a calcinha é interrompida:

– Não… não! Não precisa tirar a roupa, minha senhora…

Só quero que me mostre a sua língua…!!!

quem sai aos seus…

Uma professora da primeira classe de uma Escola do Porto ,

explica para a classe que ela é uma Portista fanática.

Ela pede às crianças da sala que levantem as mãos,

caso também torçam peloPorto . Todos na classe,

levantaram a mão, excepto a menininha no fundo da sala.

A professora olha com surpresa para a menina e diz:

Aninhas, por que é que num lebantaste a maum, carago?

Porque eu num torço pelo Puorto – respondeu ela.

A professora, em estado de choque e com a boca à banda, perguntou:
Bomhe, se não torces pelo Puorto, torces por quoem?

Sou do Benfica , o melhor clube do moundo, e tenho orgulho disso -respondeu a menina.

A professora não acreditava no que estava chegando os seus delicados ouvidos Portistas.

Aninhas, que mal fizeste tue para torceres pelo Benfica, minha filha?

A minha mãe é doBenfica, o meu pai taumbém, o meu irmão taumbém, os meus avós taumbém, por isso souhe Benfiquista.

– disse cheia de si…

Bomhe!!! – disse, sem a menor paciência, a professora

Isso num é motibo para ser do Benfica, canudo.

Não tens que sier sempre do que os teus pais saum, carago!. Atãoum, oube lá, se a tua mãe fosse uma puta, o teu pai um cabraum, e teu irmaum um paneleiro, o que serias tu entaum???

É lógico que aí seria do FUTEBUOL CLUBE DU PUORTO, senhora professora.

a ida ao Motel

corno

Josefa não aguentou e teve de contar à sua amiga Lurdes:

– O teu marido foi visto num motel.

A Lurdes abriu a boca e arregalou os olhos.

– Quando? Onde? Com quem?

– Ontem. No Discretu’s.

– Com quem? Com quem?

– Isso eu não sei.

Quando o Alberto chegou em casa, a Lurdes anunciou que iria deixá-lo. E contou porquê.

– Mas que história é essa, Lurdes? Então não te lembras quem era a mulher que estava comigo no motel eras tu, minha tonta !!!

– Claro que me lembro !! Maldita hora em que eu aceitei ir lá ao Discretu’s dar uma rapidinha! Toda a cidade já sabe que tu estiveste lá com uma gaja!!! Ainda bem que não me identificaram…

– E agora?

– Agora ?? Agora vou ter que te deixar !! É óbvio? É o que todas as minhas amigas estão à espera que eu faça. Não sou mulher de ser enganada pelo marido e não reagir.

Mais tarde, já quando a Lurdes estava a sair de casa, com as malas, o Alberto chamou-a. Estava sombrio, taciturno…

– Acabo de receber um telefonema – disse – Era o Mendes.

– O que queria ele?

– Fez mil rodeios, mas acabou por me contar. Disse que, como meu amigo, tinha que me contar que tu foste vista a sair do motel Discretu’s ontem, com um homem, e que de certeza não foi coisa boa.

– O homem eras tu!

– Eu sei, mas eu não fui identificado.

– Mas não lhe disseste que eras tu?

– O quê? Para os meus amigos ficarem a pensar que vou a um motel com a minha própria mulher? Deus me livre de tal coisa!!

– E agora?

– Desculpa, Lurdes, eu não queria, mas…

– Mas o quê???

– Vou ter que te dar uma carga de porrada…

HOMENS…..

· A mulher manda um whatsapp ao marido a dizer: na bancada está um saco de batatas. Descasca metade e põe ao lume para adiantar o jantar.

Motorizada LACOSTE


Resetting the password

The Password

"Sorry, your password has been in use for 30 days and has expired – you must register a new one."

roses

"Sorry, too few characters."

pretty roses

"Sorry, you must use at least one numerical character."

1 pretty rose

"Sorry, you cannot use blank spaces."

1prettyrose

"Sorry, you must use at least 10 different characters."

1fuckingprettyrose

"Sorry, you must use at least one upper case character."

1FUCKINGprettyrose

"Sorry, you cannot use more than one upper case character consecutively."

1FuckingPrettyRose

"Sorry, you must use no fewer than 20 total characters."

1FuckingPrettyRoseShovedUpYourAssIfYouDon’tGiveMeAccessRightFuckingNow!

"Sorry, you cannot use punctuation."

1FuckingPrettyRoseShovedUpYourAssIfYouDontGiveMeAccessRightFuckingNow

"Sorry, that password is already in use."

A SAPIÊNCIA DE UM POVO INVEJADO !

alentejano
médico

Um indivíduo vai ao consultório de um conhecido psiquiatra e diz-lhe:

– Todas as vezes que estou deitado, acho que está alguém debaixo da cama.

Nessa altura, vou para baixo da cama para ver, e acho que há alguém

em cima da cama. Para baixo, para cima, para baixo, para cima.

Estou a ficar maluco doutor!

– Deixe-me tratar de si durante dois anos – diz o psiquiatra. Venha

três vezes por semana, e eu curo-o desse problema.

– E quanto é que eu vou pagar por cada sessão? – pergunta o homem.

– 80 Euros por sessão – responde o médico

– Bem, vou pensar – conclui o sujeito.

Passados seis meses, encontram-se na rua.

– Ora viva! Então porque não apareceu no meu consultório? pergunta o

psicólogo.

– 80 euros a consulta, três vezes por semana, dois anos = 12.480

euros, ia ficar-me muito caro. Além disso falei com um alentejano na

minha herdade que me curou por 20 euros.

– Ah é? Como? – Pergunta o psiquiatra.

O sujeito responde: – Por 20 euros cortou-me os pés da cama…

Azulejo sábio …

o perito alentejano

alentejano

Aquando das escavações para a construção da barragem de Foz-Côa, foram descobertas algumas gravuras.

Após alguns dias de análise às mesmas, por parte de Cientistas, Arqueólogos e Catedráticos na matéria, os mesmo não conseguiram decifrar a mensagem.
Entretanto, ouviu-se dizer que havia um alentejano que era "expert" em decifrar enigmas e, em último recurso, os Arqueólogos solicitaram os seus préstimos.
Lá foi o alentejano para Foz-Côa (um dia de viagem). Quando chegou, deparou com as seguintes gravuras:

Alentejano:

Atão vocemecês fazem-me vir por causa disto?


Cientistas:

Ò amigo, por favor ajude-nos, não conseguimos decifrar a mensagem!

Alentejano:

Atão mas esta pôrra nã tem nada que saber! Como vocemecês bem sabem, os antigos escreviã da drêta pá esquerda.
Ora temos o primêro boneco que se vê bem que é uma toca. Òsdepois temos uma mó e por fim um bicho.
Então fica "Toca mó bicho!"


Lá foi o alentejano de regresso à sua terra natal enquanto os cientistas, satisfeitos da vida, prosseguiram as escavações.


Mais um enigma.
Ao afastarem mais umas rochas à direita da descoberta, mais uma simbologia totalmente desconhecida e que não constava nos calhamaços (manuais) da matéria.
Sem vislumbrarem outra hipótese, lá chamaram o "expert" alentejano e lá foi o desgraçado para cima, de novo.
Chegado ao local, deparou com as seguintes gravuras:

Cientistas:

Ò amigo, pedimos-lhe imensas desculpas mas, mais uma vez, os nossos conhecimentos mostram-se insuficientes para decifrar a descoberta.
Isto realmente parece um carro, mas um carro sem portas???


Alentejano:

Ora aí está! "Se nã-tim-portas, toca mó bicho!"

O Passarinho…

Motociclista a 140 km/h numa estrada!

De repente deu de encontro com um passarinho e não conseguiu esquivar-se:
Ahhhh !!!
Pelo retrovisor, ainda viu o bichinho dando várias piruetas no asfalto até ficar estendido. Não contendo o remorso ecológico, ele parou a moto e voltou para socorrer o bichinho.
O passarinho estava lá, inconsciente, quase morto. Era tal a angústia do motociclista que ele recolheu a pequena ave, levou-a ao veterinário, foi tratada e medicada, comprou uma gaiolinha e levou-a para casa, tendo o cuidado de deixar um pouquinho de pão e água para o acidentado.
No dia seguinte, o passarinho recupera a consciência. Ao despertar, vendo-se preso, cercado por grades, com o pedaço de pão e a vasilha de água no canto, o passarinho põe as asas na cabeça e grita:

PORRA, ESTOU TRAMADO….,

MATEI O GAJO DA MOTA !

Politicamente correto

escola

Na Universidade de Griffith, na Austrália, há um concurso anual sobre a definição mais apropriada para um termo contemporâneo.

Este ano, o termo escolhido foi "politicamente correto".

O estudante vencedor escreveu:

"Politicamente correto é uma doutrina, sustentada por uma minoria iludida e sem lógica, que foi rapidamente promovida pelos meios de comunicação e que sustenta a ideia de que é inteiramente possível pegar num pedaço de merda pelo lado limpo."