O Armando

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

O Armando tem 95 anos e vive num lar de idosos.

Todas noites, depois do jantar, ele vai para um canto do jardim, por
de trás do lar, para se sentar e pensar no que conseguiu ao longo da
sua vida.

Uma noite, Arminda, 87 anos, ia a passar pelo jardim e sentou-se a
conversar com ele.

Sem darem por isso, várias horas se passaram.

Depois de uma pequena pausa na conversa, Armando volta-se para Arminda
e pergunta:

"Mas sabes do que sinto mais falta?"

"Do quê?" – pergunta ela.

"SEXO" – responde o Armando.

Arminda exclama:

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

"Seu velho xéxé, não o conseguias levantar nem que te apontasse uma
pistola à cabeça!"

"Eu sei…" – diz Armando – "…mas era bom que pelo menos uma mulher
pudesse segurar nele de vez em quando!"

"Bom, isso eu posso aceitar" – diz Arminda, abrindo o fecho e segura
no… de Armando.

Depois disto, decidem que daí em diante, se encontrariam todas as
noites naquele canto do jardim, onde se sentariam a conversar e depois
ela ficaria a segurar no… por um bocado.

Só que uma noite o Armando não apareceu e, preocupada, Arminda começa
a procurá-lo, até que o encontra noutro ponto do lar, sentado à beira
da piscina com outra residente do lar, a Etelvina que também lhe
estava a segurar no…

"Seu traidor! Seu trapaceiro! O que é que a Etelvina tem que eu não tenho?"

O Armando sorriu e respondeu feliz:

"Parkinson!!!!"

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

By continuing to use the site, you agree to the use of cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close