As dívidas são para pagar

O Pereira era um alto funcionário da corte do Rei.

Há muito tempo, nutria um desejo incontrolável de beijar os voluptuosos seios da Rainha até se fartar. Mas, todas as vezes que tentou, deu-se mal.

Um dia revelou o seu desejo a Gaio, principal conselheiro da Corte e pediu-lhe que fizesse algo para ajudá-lo.

Gaio, depois de muito pensar e estudar o assunto, concordou, a troco de mil moedas de ouro.

Pereira aceitou o acordo, que não foi formalizado por escrito.

No dia seguinte, Gaio preparou um líquido que causava comichões e derramou-o no soutien da Rainha.

A comichão começou e aumentou de intensidade, deixando o Rei preocupado e a Rainha desesperada.

Consultados os médicos sem sucesso, surge Gaio que garante que apenas uma saliva especial, aplicada por quatro horas, poderia curar o mal. E que essa saliva só poderia ser encontrada no Pereira.

O Rei ficou muito feliz e chamou o Pereira que, pelas quatro horas seguintes, se fartou de gozar, fazendo o que sempre desejou.

No dia seguinte o conselheiro reclamou a dívida, mas o Pereira recusou-se a pagar. Sabia que Gaio nunca poderia contar ao Rei.

Foi um tremendo erro.

No dia seguinte, Gaio colocou o mesmo líquido nas cuecas do Rei!…

________________________________

Leave a Reply

 

 

 

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>