Diálogo entre marido e mulher

M = Mulher
H = Homem

Homem entra em casa
M – oi!
H – oi!
M – trabalhaste muito?
H – sim.
M – tás cansado?
H – um pouco.
M – toma um banho!
H – é isso mesmo… tou a precisar……. (banho) ……..
M – então, vais sair?
H – vou dar uma volta.
M – sozinho?
H – é… sozinho.
M – onde vais?
H – por aí.
M – sozinho?
H – é.
M – de certeza?
H – sim.
M – queres que vá contigo?
H – não, deixa estar, prefiro ir sozinho.
M – vais sozinho andar pela rua?
H – é.
M – de carro?
H – sim.
M – e tem gasolina?
H – sim, já abasteci.
M – vais demorar?
H – não, coisa duma hora.
M – vais a algum lugar específico?
H – não, só andar um pouco por aí.
M – não preferes ir a pé?
H – não, vou de carro.
M – traz um gelado então.
H – sim, e de que sabor?
M – manga.
H – ok, no regresso eu compro.
M – no regresso?
H – sim, senão derrete.
M – vai lá agora, compras e vens aqui deixar.
H – não, é melhor no regresso, é rápido!
M – ahhhhh!
H – quando eu voltar comemos juntos o gelado.
M – mas tu não gostas de manga!
H – eu compro outro… de outro sabor.
M – assim é mais caro, traz um de morango.
H – eu não gosto de morango.
M – então de chocolate, gostamos os dois.
H – ok! beijos, venho rápido.
M – olha!
H – o que foi?
M – chocolate não, pode ser baunilha.
H – não gosto de baunilha!
M – então traz um de manga para mim e outro para ti à tua escolha.
H – foi o que sugeri desde o início!!
M – estás a ser irónico?
H – não, nada disso. vou indo então.
M – anda, dá-me um beijo de despedida.
H – querida! eu venho rápido, dou-te depois.
M – depois não… quero agora!
H – tá bom! … (Beijo) …
M – levas o teu carro ou o meu?
H – levo o meu.
M – leva o meu, tem leitor de cd e o teu não.
H – não vou ouvir música… vou espairecer…
M – tás a precisar?
H – não sei. vou ver quando sair!
M – não demores!
H – é rápido… (Abre a porta de casa)
M – olha!
H – o que foi agora?
M – caramba, que mal disposto! vai lá então.
H – calma, estou a tentar sair e não consigo.
M – mas porque é que queres ir sozinho, vais ter com alguém?
H – o que queres dizer com isso?
M – nada, nada mesmo.
H – anda cá, achas que te estou a trair?
M – não, claro que não, mas sabes como é…
H – como é o quê?
M – homens!
H – generalizando ou falando de mim?
M – generalizando.
H – então não é meu caso. sabes que eu não faria isso!
M – tá bom… então vai lá.
H – vou.
M – olha!
H – chiça! o que é que queres agora?
M – leva o telemóvel, estúpido!
H – para quê? para me ligares a toda a hora?
M – não. caso aconteça alguma coisa, tens o telemóvel.
H – não, deixa estar.
M – olha, desculpa a minha desconfiança. estou com saudades é só isso!
H – ok meu amor. desculpa a minha frieza. eu amo-te!
M – eu também! posso ir bisbilhotar o teu telemóvel?
H – para quê?
M – sei lá! jogar qualquer coisa.
H – queres o meu telemóvel para jogar?
M – é.
H – tens a certeza?
M – sim.
H – liga o pc, aí tens muitos jogos.
M – não sei mexer naquela porcaria!
H – porcaria? comprei para os dois, no mês passado!
M – tá bem, ok, então leva o telemóvel senão eu vou bisbilhotar.
H – podes mexer, não tenho lá nada mesmo.
M – é?
H – é.
M – então onde está?
H – o quê?
M – o que devia estar no telemóvel e não está.
H – como!?
M – nada! esquece!
H – tás nervosa?
M – não, não estou.
H – então vou indo.
M – olha!
H – que ééééééé?
M – já não quero o gelado.
H – ai é assim?
M – é!
H – então eu também já não vou sair!
M – ai é?
H – é.
M – ainda bem, Vais ficar comigo?
H – não. tou cansado, vou dormir.
M – preferes ir dormir a ficares comigo?
H – não é isso, vou dormir apenas.
M – tás nervoso?
H – claro que sim, porra!!
M – então porque é que não vais dar uma volta para espaireceres??

Leave a Reply

 

 

 

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>