Abdul com loja no Martim Moniz

Um sujeito engravatado entra na lojinha do Abdul, no Martim Moniz, em
Lisboa, e olha com desprezo para o balcão escuro, as roupas penduradas em
ganchos, as caixas de papelão, os invólucros de plástico aos montes pelo
chão…

Abdul irrita-se com o desprezo do tipo e resmunga :

– Está a olhar para a loja do Abdul com cara de parvo porquê? Com esta
lojinha, Abdul tem apartamento no Cascais, tem apartamento no
Algarve, tem casa no Chiado, tem quinta no campo, tem filho a estudar
medicina nos Estados Unidos, tem filha estudando moda em Paris. Tudo só
com lojinha!

– Bom dia, eu sou fiscal das Finanças!

– Muito prazer! Eu, Abdul, monhé mais mentiroso do Martim Moniz…

Leave a Reply

 

 

 

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>