o inventor da mota Harley morre e vai para o Céu

mulher

O inventor da mota Harley-Davidson, Arthur Davidson, morreu e foi para o céu.

Ao chegar às portas do céu, São Pedro disse-lhe:
– Meu filho, como foste um bom homem e as tuas motas mudaram o mundo, o teu prémio é poderes encontrar-te com quem quiseres!

Arthur pensou um pouco e depois disse:
– Quero encontrar-me com Deus!

São Pedro levou Artur até a sala do trono e apresentou-o a Deus.
Deus reconheceu Arthur e disse-lhe:
– Então foste tu que inventaste a Harley-Davidson?
Arthur respondeu:
– É verdade, fui eu …

Deus então fez o seguinte comentário:
– Que grande coisa, inventar uma mota! É um veículo instável, faz muito barulho e poluição e não pode andar sem gastar gasolina!
Arthur ficou um bocado atrapalhado, mas uns minutos depois retorquiu:
– Desculpe-me mas não foi você que inventou a mulher?

– Sim, fui eu! – Respondeu Deus.

– Bem, aqui entre nós, de profissional para profissional, você também não foi nada feliz na sua invenção!
1º – Há muita inconsistência na suspensão dianteira;

2º – É muito barulhenta e tagarela em altas velocidades;

3º – Na maioria dos casos, a suspensão traseira é muito macia e vibra demais;

4º – A área de diversão está localizada perto demais da área de reciclagem;

5º – Os custos de manutenção são exorbitantes! !!!

Deus ficou a pensar e depois disse:
– Podes ter bons argumentos, mas espera um pouco.

Deus foi até o super-computador celestial, digitou algumas palavras e esperou que a super-impressora imprimisse o resultado:

– Sim, é verdade que o meu invento tem defeitos, mas de acordo com estes resultados, há muitos mais homens montados na minha invenção do que na tua!

Leave a Reply

 

 

 

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>